agosto 28 2017 0comment
edificioverde

Materiais para Construção Sustentável: Pequenas Atitudes Podem Fazer a Diferença.

Uma das formas de se contribuir com o desenvolvimento sustentável do setor da construção civil é com as escolhas e usos conscientes dos materiais de construção.

Por Aurea Vendramin

A importância do tema pode ser vista ao se considerar um edifício como um grande conjunto de materiais diferentes, cujos impactos ocorrem em todas as etapas, desde a extração das matérias primas e fabricação dos materiais, às fases subsequentes, de construção, uso e demolição.

O processo de construção de edifícios começa com uma compreensão íntima do projeto em todas as suas belezas e complexidades. Uma abordagem ecológica do projeto visa integrar os sistemas que estão sendo introduzidos com as funções ecológicas existentes no local.

Novas tecnologias de construção e, em particular, automação e novos materiais, devem ser constantemente introduzidas para melhorar o processo de construção sustentável com o objetivo de reduzir o impacto do edifício no meio ambiente ao usar recursos de forma mais eficiente (por exemplo, energia, água); Reforçando e protegendo a saúde e o bem-estar dos ocupantes; e reduzindo os impactos negativos.

Na construção civil, passam a ser adotadas ações voltadas ao consumo de energias renováveis e incorporação de materiais, que proporcionam maior eficiência energética às edificações. No Brasil, nota-se um crescimento notório na aplicação de conceitos bioclimáticos e de eficiência energética, porém em regiões menos desenvolvidas, este crescimento ainda é penoso. O setor da construção civil é um dos que mais oneram o meio ambiente, devido ao seu grande dispêndio de recursos naturais e grande consumo de energia elétrica.

Técnicas de utilização solar passivo refere-se ao uso da energia do sol para o aquecimento e resfriamento de espaços internos. A própria construção ou algum elemento disso deve aproveitar as características de energia natural em seus materiais para absorver e irradiação e o calor criado pela exposição ao sol.

Sistemas passivos ou materiais adicionados a envoltória são simples, têm poucas peças móveis e muitas vezes nenhum sistema mecânico, não requerem manutenção mínima e podem diminuir, ou mesmo eliminar, o aquecimento e custos de resfriamento.

Os edifícios em que se vive e trabalha protegem dos extremos da natureza, mas também afetam nossa saúde e meio ambiente de inúmeras maneiras. À medida que o impacto ambiental dos edifícios se torna mais aparente, um novo campo chamado “edifício verde” está ganhando impulso. A construção civil, ou sustentável, é a prática de criar e usar modelos mais eficientes e sendo eficientes de construção, renovação, operação, manutenção nas edificações.

aurea-vendramin

Arquiteta e Engenheira Civil, atua desde 1999, membro do Conselho Brasileiro de Construção Sustentável - CBCS e Pós doutorado em Eficiência Energética pela UFPR, sua experiência como conferencista em congressos internacionais, o torna Consultora, o que considera importante não só por estimular o debate, mas também como forma democrática de permitir acesso ao conhecimento, onde a ordem é preservar o meio ambiente. Eficiência energética, reuso de água e iluminação natural são os principais itens desta lista.

Escreva sua Resposta ou Comentário